Recomendado

Satisfaccion Garantizada Recomendado Tripadvisor
info@trilhaincamachupicchu.com.br
Telefone: +51-(84) 261394
+51 984 368884whatsapp

 

Sobre o Peru

Informação Peru: A Coroa Espanhola oficializou o nome do território em 1529, com a Capitulación de Toledo, que designou o recém-encontrado Império Inca como a Província do Peru. Sob o domínio espanhol, o país era denominado Vice-Reino do Peru, que posteriormente se tornou a República Popular do Peru, após a guerra da independência do país
O território peruano cobre 1 285 216 quilômetros quadrados de área, no oeste da América do Sul. O país faz fronteira com o Equador e a Colômbia ao norte, o Brasil a leste, a Bolívia a sudeste, o Chile ao sul e o oceano Pacífico a oeste. As montanhas dos Andes e o oceano Pacífico definem as três regiões tradicionalmente usadas ​​para descrever o país geograficamente. A costa (litoral), a oeste, é uma planície estreita, em grande parte árida, exceto por vales criados por rios sazonais. A serra (planalto) é a região da cordilheira dos Andes, que inclui o planalto Altiplano, bem como o pico mais alto do país, o Huascarán, a 6 768 metros de altura.

População

Possui cerca de 30, 475,144 milhões de habitantes, de acordo com ultima estatística realizada no ano de 2013.

Divisão Política

O Peru é dividido em 25 regiões e pela província de Lima. Cada região tem um governo próprio e eleito composto por um presidente e um conselho que um mandato de quatro anos. Esses governos planejam o desenvolvimento regional, executam projetos de investimento público, promovem atividades econômicas e realizam a gestão das propriedades públicas

Idioma

Os idiomas oficiais são o Espanhol e Quíchua, idioma nativo dos povos Andinos e Aymaras, Há também muitos outros dialetos nas comunidades nativas da selva peruana.

Geografia

O país está dividido em três grandes regiões topográficas com climáticas distintas:
Costa: no Peru a Costa é o litoral longitudinal também chamada de região costeira do país que se estende por um longo território estreito entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes peruanos, considerando que se estende de 0 m a 500 m de altitude, embora outra fonte indique altitudes mais elevadas. A maior parte de esta região o clima é quente ou abafado, caracterizada pela baixa pluviosidade. Ele é comumente referido como região costeira.
O verão se estende de dezembro a março e o inverno de maio a agosto.
A Serra: Região que abriga as montanhas dos Andes e vales elevados, que cobrem 29 % da área total do País. Dependendo da altura, o clima varia, Nesta região há cidades construídas à mais de 3.800 metros acima do nível do mar; Puno, no lago Titicaca, está acima dos 3.850 metros de altitude. Também formam a parte central da Cordilheira dos Andes, em todo o território do Peru de norte a sul. Dentro da geografia do Peru é uma região natural, que também é chamada de Região Andina.
A Selva: Região mais extensa e menos povoada do Peru. É a Floresta Amazônica que cobre uma área equivalente a 60% do território nacional. O clima é tropical, isto é; quente, úmido e chuvoso. Onde a flora e a fauna são consideradas as mais ricas do mundo, a Selva peruana é atravessada pelo Rio da Amazônia, rio com a maior quantidade de água do mundo, que nasce da união dos rios Marañon e Ucayali.

Cultura

O relacionamento entre a cultura espanhola e as culturas nativas, determina muito da expressão cultural da nação. Durante a época pré-colombiana, o Peru era um dos principais centros da expressão artística na América. As culturas que antecederam os Incas, tais como Chavín, Paracas, Nazca, Chimú e Tiahuanaco, desenvolveram uma artes cerâmicas, têxteis e arquitetônicas de qualidade elevadíssima.
Os Incas mantiveram estes ofícios alcançando realizações ainda mais impressionantes na arquitetura. A cidade de Machu Picchu e os centros arqueológicos de Cusco são exemplos excelentes do desenvolvimento da arquitetura Inca.

História

A cultura que antecedeu os Incas se assentou no litoral e nos Andes do Peru. Algumas alcançaram grande poder e influência no território, que originaram pequenos centros regionais. Todas se caracterizam pela sua religião, cerâmica, manejo dos recursos naturais e outras características que as diferenciavam umas das outras.
As principais culturas que antecederam os Incas foram: Chavín, Paracas, Moche, Tiahuanaco, Nazca, Wari, Chimú e Chachapoyas.
A Cultura Inca (1200-1500 D.C) foi à civilização mais importante da América do Sul. Sua organização econômica, suas manifestações artísticas e sua arquitetura impressionaram aos primeiros cronistas. O Tawantinsuyo ou Império Inca se estendeu até os atuais países como Colômbia, Bolívia, Equador, Chile e Argentina.
O Peru foi declarado país independente por D. José de San Martín em 1821. A partir da metade do século XIX, o país começou a exportar o esterco, algodão e açúcar, utilizando mão de obra escrava indígena e africana.
O Peru ocupa o terceiro posto no ranking da gastronomia mundial, pela diversidade de pratos regionais, tendo como pratos representativos o ceviche e o saltado, entre outros, e como bebida nacional o Pisco, destilado de sementes de uva.

Gastronomia Peruana

A gastronomia Peruana está entre as mais diversificadas do mundo, com influência europeia, africana, chinesa e japonesa. É também uma das cozinhas mais antigas da América do sul.
Os pratos que não deve deixar de experimentar são:
Ceviche: Sua receita é a mesma em todas suas regiões: pedaços de peixe, suco de limão, cebola vermelha, batata doce, milho torrado, sal e pimenta ao gosto.(recomendada)
Pollo a la Brassa: Ou Frango ao Forno é um dos alimentos fortemente consumidos no Peru. É basicamente um frango feito ao forno adereçado com diversos temperos é ingredientes como a pimenta, cervejinha preta, vinagre branco, cozido com a brasas da lenha e é acompanhado de batata frita. (recomendada)
Chifa: É um termo que foi usado no Peru para se referir à cozinha que surgiu da fusão de entre a comida peruana e a chineses. O prato principal é conhecido como arroz chaufa e sopa wantan.
Pachamanca: costume andino desde a época dos incas. Este prato é cozido sobre pedras muito quentes, que logo são enterrados em um buraco no chão. E é composto por diversos tipos de legumes e carnes.
Cuy ao Horno ou porquinho da índia: tipicamente andino este prato é feito em fornos de barro que deve estar muito quente, este prato é acompanhado por batatas, espaguete ao forno de casa.
A gastronomia peruana possui perto de 250 tipos de sobremesas. As mais conhecidas são o Arroz com leite, mazamorra morada, doce de leite, o suspiro limenha, doces feitos de chirimoya e os picarones (massa frita).

BEBIDAS TRADICIONAIS

Pisco: é conhecida como a bebida nacional do Peru. É Um licor feito de a destilação da uva, com este licor é feito a bebida oficial do Peru o Pisco Sour, misturado com limão, açúcar, gelo e a clara do ovo. (Muito recomendada para experimenta)
Vinhos: A principal região produtora é a cidade de Ica, ao sul da cidade de Lima.
Chicha: É feita a partir da fermentação do milho amarelo, e não tem um alto contido alcoólico.
Chicha Morada: É feita a partir do milho roxo, não tem nada de álcool, e uma bebida muito saborosa e refrescante muito recomendada pelos restaurantes.(recomendada)

INFORMAÇÕES EXTRAS

MAL DE ALTURA.- Cusco (3.450) e Puno (3.900) estão no alto da cordilheira. Ficar em altitude acimas de 2.800 metros do nível do mar pode causar certo desconforto ao visitante. Os sintomas são tontura, enjoo, mal-estar e dor de cabeça.
Algumas práticas podem evitar o mal ou pelo menos amenizá-lo:
Assim que chegar ao seu hotel, deite-se pelo menos uma hora.
Tome bastante chá de coca. Não há efeitos colaterais.
Evite exercícios físicos fortes ou movimentos bruscos. Nas primeiras horas na altitude devem-se evitar esforços físicos.
Comer comidas leves e tome bastante líquido. Evite temperos fortes e bebidas alcoólicas nos primeiros dias.
Visite seu médio antes de sair de seu país de origem.
Os hotéis e ônibus de turismo possuem balões de oxigênio.
Observação: O mal de altitude não acontece com todos os indivíduos. Cada organismo reage de maneira diferente, alguns dizem que é mais psicológico e o melhor é sentir-se tranquilo e fazer suas atividades de maneira normal.

Em questão de segurança no Peru.

Não se fala muito de incidências de assaltos ou furtos no Peru. Mas como todos os países no mundo existem casos, e temos que sempre estar prevenidos. Segue algumas dicas para evitarmos o estes riscos:
Sempre que pegar um Taxi, observe se o motorista tem o seu registro e a mostra na placa do carro que está estampada nas portas;
Ao trocar ou sacar dinheiro não saia do local contando o dinheiro ou mostrando;
Não leve qualquer tipo de objetos de estranhos, pode conter alguma droga.
Não deixe artigos de valor nos hotéis amostra, na maioria dos hotéis tem cofre, guarde-os;
Evite andar com a carteira em bolsos abertos, os batedores de carteira podem estar perto de você.
Não aceitar bebidas de pessoas estranhas.
Fiquem atentos as suas bagagens e pertences.